Under user's 2007-2017 © Copyright only the texts signed by Karinna Alves Gulias - all rights reserved. I made sure all shared contents have their respective references; if you find any without, please let me know.

Search this blog

30 October 2016

Interessante leitura, que descobri recentemente: -- Isadora Machado

[a busca]

"deito-me na grama com minhas breves palavras. tais quais moscas, tudo que penso-pedra me persegue em rodopios resumidos."

(...)

"dessa busca: medito meu abdômen, e nele contemplo o Macho."

(...)

Mojuba!

"darei ao não-quer-ser da vida os nomes de filha e filho -- raça gerada colheita, maldito seja o parassempre dos genes."

(...)

Zarabanda p'a que zarabanda#1 -

"que seu nome é nome pela existência com a qual lhe crio. então que seja útil a você o caminho que carrega. dínamo viril p'a que sejam flores. p'a que navegue: pois que corrente seja fluxo, e que não ate [sic]; pois que maré seja coragem, e não assim. o som é mudo. o som é mudo. o som é mudo. fazendo desse canto poema diminuto, e não reza. e que ele deseje a festa e peça a quimera e queira a ferida e então cuide. que este isto lhe queira para o mundo finito. peço por tantos que você fique. longe ou perto, que viva entre as ervas e transforme-se hera. então que a palavra seja mágica não por força da reza, mas por força da palavra -- pois fé não é latifúndio da crença: é desejo de permanecer no fluido coração que eu te dou e que te faz ser tudo. no fim é só p'a que você seja. gagueje essa língua Criolla que te cria então eu lhe nino pelos dedos desenhados com a ponta da pena." (...)



Citações do livro Misantrópolis (Konkomunz Livro 1) de Isadora Machado, Jul 13 2015

No comments: